Primeira vitória na Madeira na "era" Lopetegui (0-4)


O encontro entre União da Madeira e FC Porto voltou a estar (mais uma vez) em risco de ser realizado - uma vez que a duas horas do início do encontro, se abateu um forte nevoeiro no Funchal.

Apesar da ameaça de um novo adiamento, jogo acabou por se realizar, com Julen Lopetegui a ultimar algumas mudanças no onze inicial


         Herrera, Corona e Osvaldo alinharam pela formação dos dragões - tendo o último mencionado, remetido Aboubakar para o banco de suplentes e a cumprir pela segunda vez nesta época, a titularidade.

O Porto começou a mostrar serviço muito cedo e não tardou muito a surgir o tento inaugural


         Herrera, que foi eleito o melhor jogador da época anterior - distinguido na Gala dos Dragões de Ouro do Porto -, fez o primeiro golo da equipa portista na partida, de cabeça, depois de uma jogada que começou em Brahimi, que combinou com Layún com este último a cruzar da melhor maneira para finalização do internacional mexicano, aos 12 minutos de jogo.

         Dois minutos depois, novamente a equipa liderada por Julen Lopetegui a marcar - desta vez, por intermédio de Brahimi: depois de ter estado na jogada do primeiro golo, após cruzamento de Maxi Pereira no flanco direito do ataque portista, o internacional argelino rematou colocado para o fundo das redes da União da Madeira.

         Aos 23 minutos, Corona fez o terceiro e basicamente "arrumou" o jogo, após um remate sem hipóteses de defesa para o guardião da equipa da União.

Segunda parte sem "pé no acelerador"


         Quebra essa, que se refletiu muito na qualidade de jogo apresentada tanto pela equipa do Porto, que a vencer por três bolas a zero não tinha muito mais a fazer, como a formação madeirense, que não conseguiu reagir aos tentos sofridos.

         Aos 74 minutos, Osvaldo recebeu ordem de expulsão por parte do árbitro do encontro - Bruno Paixão - ao ser admoestado com cartão vermelho direto, depois de um lance com Paulo Monteiro: onde o defesa central da União da Madeira ficou muito queixoso. 

         Mesmo reduzido a dez unidades e já em tempo de compensação, Danilo Pereira estreou-se a marcar com a camisola do Porto, depois de um livre cobrado na direita por Layún, onde o internacional português finalizou de cabeça.

Calendário normalizado para os dragões


         O único jogo em atraso da jornada 9 do campeonato nacional para a equipa do Porto acabou de ser regularizado, estando neste momento a formação portista a dois pontos do primeiro posto.
         Em contrapartida, para a equipa da União da Madeira, ainda se encontra um jogo em atraso - diante o Benfica, que poderá ser antecipado para dia 16 deste presente mês - dezembro -, e não dia 23, como foi anteriormente agendado.


0 comentários:

Enviar um comentário

Parcerias (até ao momento)




Se pretender saber mais sobre a parceria e quiçá, fazer parte, preencha o formulário de contato deste blog, presente no seu lado esquerdo.
Caso não apareça, por favor envie mensagem privada para a página no Facebook.