Liga dos Campeões - Os resumos dos jogos desta terça-feira


Arsenal 2 - 0 Bayern Munique
      Os golos deste encontro, apenas surgiram no segundo tempo, quando Giroud desfez a igualdade no marcador à passagem do minuto 77 da partida.
      Em tempo de compensação e já num dos últimos lances, Ozil fez o segundo e consequentemente, fixou o resultado final em duas bolas a zero, favorável à equipa inglesa.
      Com esta vitória, a equipa de Wenger conquista não só a vitória como os seus primeiros pontos no grupo F da fase de grupos da Liga dos Campeões. O Bayern Munique, apesar da derrota, permanece líder - a par de Olympiakos.


Dinamo Zagreb 0 - 1 Olympiakos
      A formação liderada por Marco Silva deslocou-se até à Croácia para impor uma derrota à equipa da casa, por uma bola a zero. Brown, aos 79 minutos, apontou o único golo do encontro.
      Três pontos para a equipa do treinador português que agora se "cola" a Bayern Munique na liderança do grupo F da Liga Milionária. O Dinamo Zagreb tem agora à sua perna, Arsenal.


BATE Borisov 0 - 2 Barcelona
      Sem golos na primeira parte, o Barcelona entrou com toda a força na segunda e logo aos três minutos, Rakitic (após assistência do brasileiro Neymar) fez o primeiro na partida. O mesmo Rakitic, também com Neymar na jogada, aos 64 minutos estabeleceu o resultado final em duas bolas a zero.
      Barcelona continua líder com sete pontos, enquanto o BATE Borisov permanece no terceiro posto do grupo E.


Bayer Leverkusen 4 - 4 AS Roma
      Jogo frenético na Alemanha, com Chicharito e De Rossi em grande destaque, tanto para um como para outro lado, ao apontarem ambos, dois golos na primeira parte. Chicharito colocou primeiramente o Leverkusen a ganhar por 2-0 e De Rossi, restabeleceu a igualdade antes de as formações irem para intervalo.
      Na segunda parte, Pjanic consumou a reviravolta no marcador para a equipa italiana e Falque dilatou a vantagem da formação liderada por Garcia no encontro. Até que, em dois minutos, Kampl e Mehmedi voltaram a restabelecer na partida, pela segunda vez, a igualdade no marcador e consequentemente, o resultado final numa igualdade a quatro bolas entre as formações.
      A Roma permanece na última posição do grupo E com apenas dois pontos conquistados em três jogos já disputados, enquanto o Leverkusen ocupa o segundo posto, com quatro.


Dynamo Kiev 0 - 0 Chelsea
      Sem golos... sem qualquer golo, foi assim o encontro que colocou frente-a-frente o emblema ucraniano com o inglês - do português José Mourinho -, terminou (por sinal, o único jogo sem golos). A equipa de Londres já viveu dias mais felizes do que a que vive atualmente. Para quando um ponto de viragem?
      Uma vitória, um empate e uma derrota para a equipa de José Mourinho, que conta com quatro pontos conquistados. O Dynamo Kiev, tem mais um e ocupa a segunda posição do grupo G.


FC Porto 2 - 0 Maccabi
(cliquem AQUI para ler a análise à partida)


Valência 2 - 1 Gent
      A equipa do português Nuno Espírito Santo defrontou hoje o emblema do Gent... e contou com dois auto-golos. Sim, é verídico. O Valência contou com dois golos de jogadores da equipa do Gent, para vencer.
      Nielsen inaugurou o marcador da partida aos 15 minutos para a formação espanhola na própria baliza. Mas ainda na primeira parte, Foket restabeleceu a igualdade no marcador (cinco minutos antes do intervalo). No segundo tempo, Mitrovic imitou Nielsen e marcou na própria baliza, o tento que deu os três pontos à equipa de Espírito Santo.
      Esta vitória da equipa espanhola, valeu um importante passo para um possível apuramento para a próxima fase da competição - atualmente, ocupa o segundo lugar no grupo H, com seis pontos: mais cinco que terceiro e quarto classificados (Gent e Lyon).


Zenit 3 - 1 Lyon
      Melhor início de jogo para a equipa do português André Villas-Boas, era impossível - aos três minutos de jogo, já vencia a formação francesa com golo de Dzyuba. Vantagem essa, que durou até aos quatro minutos da segunda parte, quando Lacazette restabeleceu a igualdade no marcador e deu novas esperanças ao Lyon. Contudo não foi suficiente e Hulk, sete minutos depois da resposta do Lyon na partida, voltou a colocar o Zenit na frente do marcador. Danny, internacional português, também marcou e fixou o resultado final em 3-1 para a formação russa.
      Três jogos, três vitórias para a equipa de Villas-Boas. O Lyon continua na última posição do grupo H, em igualdade pontual com o Gent.


0 comentários:

Enviar um comentário

Parcerias (até ao momento)




Se pretender saber mais sobre a parceria e quiçá, fazer parte, preencha o formulário de contato deste blog, presente no seu lado esquerdo.
Caso não apareça, por favor envie mensagem privada para a página no Facebook.